Correio dos Campos

Projeto piloto terá retorno de aulas presenciais em quatro turmas da Escola Eurides, em Palmeira

17 de Maio de 2021 às 18:40
(Foto: Divulgação)

COM ASSESSORIAS – As aulas presenciais na Escola Municipal Professor Eurides Teixeira de Oliveira retornam nesta terça-feira (18) para estudantes das quatro turmas de 5º ano do estabelecimento. Este é um projeto piloto de retorno presencial gradativo, guiado pelo protocolo de biossegurança para retorno das atividades escolares.

O período de duração do projeto será de duas semanas, podendo ser estendido em caso de necessidade de adequações. Neste período a situação epidemiológica da escola será acompanhada diretamente por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde.

Participam das aulas somente os alunos cujo os pais e/ou responsáveis optaram pelo retorno presencial e assinaram um termo de consentimento autorizando e concordando com as normas e medidas adotadas pela escola, embasadas no protocolo de biossegurança. Nos casos em que os pais optaram em não retornar presencialmente, os estudantes continuam sendo assistidos remotamente.

De acordo com a secretária de Educação, Márcia Muchinski, “o Eurides foi escolhido por ser uma escola que demonstrou interesse em participar do projeto via ofício, de localização central e de grande porte. Também foi levado em consideração o número de colaboradores para desempenhar o trabalho com qualidade, a experiência dos professores em gerir os alunos presentes e os atendidos remotamente, além dos momentos de intervalo, horários de lanche, e chegada e a saída dos alunos”, relatou.

A rotina pedagógica também sofrerá alterações, pois conforme a nova demanda proposta, a professora irá realizar interações simultâneas com os alunos presentes e com os que estarão em casa. Em alguns momentos os alunos presentes estarão com atividades autônomas, proporcionando a possibilidade de interação entre a professora e os alunos que estarão sendo atendidos remotamente.

Vale ressaltar que os alunos ficarão em mesas com distanciamento de 1,5 metro entre elas, limitando, desta forma, o número de estudantes por sala, além de utilizarem máscaras e realizarem constantemente a higienização das mãos com álcool em gel. Neste projeto piloto não será servido lanche na escola e não haverá transporte escolar, cabendo aos pais e/ou responsáveis transportar os alunos às escolas.

Protocolo de Biossegurança

O Protocolo de Biossegurança será implementado na retomada das atividades presenciais e seguido por todas unidades escolares em sua integralidade, respeitando as características de cada instituição de ensino, obedecendo aos critérios de distanciamento social, higiene, sanitização de ambientes, comunicação, capacitação, monitoramento e acompanhamento contínuo de profissionais e estudantes além dos espaços físicos, de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde, Ministério da Educação e Secretaria Estadual de Saúde.

Este protocolo compreende cuidados e procedimentos que deverão ser seguidos por toda comunidade escolar, considerando a integração de esforços entre todos os envolvidos.

O protocolo de biossegurança para retorno às atividades escolares pode ser acessado em: https://bit.ly/3bzRByR

Autorização

A autorização para a realização do projeto piloto de retorno presencial gradativo na Escola Municipal Professor Eurides Teixeira de Oliveira foi concedida após o Município apresentar o plano ao Comitê de Volta às Aulas, ao Conselho Municipal de Educação e apresentação do protocolo de biossegurança.

A realização do projeto também foi liberada pelo decreto municipal nº 14.431, o qual acresceu ao artigo 20 do decreto municipal nº 14.268 o seguinte parágrafo: “§2º Fica autorizado o atendimento presencial das turmas de 5º anos da Escola Municipal Professor Eurides Teixeira de Oliveira, nos termos da ata 01/2021, parecer 04/2021 e protocolo de biossegurança para retorno as atividades escolares”.

Vacinação

Começa nesta semana a vacinação contra a Covid-19 e contra a Influenza dos profissionais de educação da rede municipal de ensino. O Setor de Imunização entrará em contato com os profissionais para agendar a aplicação das doses. O início será pelos profissionais com idade de 55 a 59 anos para doses contra a Covid-19 e 50 a 54 anos contra a Influenza.