Correio dos Campos

Canil Municipal de Castro já realizou 77 castrações

23 de Maio de 2022 às 08:43
(Foto: Divulgação/PMC)

COM ASSESSORIAS – Em pouco mais de um mês de funcionamento, o Canil Municipal de Castro já realizou 86 procedimentos em cães de rua, sendo 77 castrações. O atendimento deve ser previamente agendado por meio dos protetores cadastrados junto ao canil. Eles fazem a triagem dos animais e agendam a cirurgia de castração, que tem por objetivo diminuir a quantidade de animais abandonados nas ruas. Os animais são castrados e depois recebem um microchip em que é possível ter acesso ao histórico do animal, por quem ele foi adotado ou se é comunitário.

No Canil Municipal é realizado atendimento clínico e castração para animais abandonados e comunitários, aqueles sem tutores. As famílias com baixa renda comprovada podem solicitar a castração de seus animais. Elas devem requerer a folha resumo do Cadastro Único no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) mais próximo, e a renda per capta da família não pode ultrapassar meio salário mínimo. Após isso, o tutor deve contatar uma das protetoras que fará a triagem e agendamento junto ao canil.

Adoção

Atualmente há 22 animais aguardando por um lar definitivo no Canil Municipal. Os interessados em adotar um dos animais devem entrar em contato com um dos protetores para agendar uma visita ao canil. É preciso ter mais de 18 anos, levar RG, CPF e comprovante de residência.

Contato

Os protetores de animais podem ser contatados pelos números: 99994-8262 (Angelita – Cantagalo); 98866-9310 (Grazielle – Jardim Bela Vista).

Para atender outros bairros: 99844-1572 (Grupo Castro Animais) e 99915-5210 (Grupo Proteção Animal Independente).

Esses números são exclusivos para agendamento de castração. Não serão atendidas ligações, apenas mensagens pelo WhatsApp.

A coordenadora do Departamento de Pequenos Animais do canil, Mariane Urbanski, destaca o trabalho voluntário realizado pelas protetoras cadastradas. “É um trabalho muito importante. Elas fazem a triagem dos animais e sem elas, o atendimento não seria tão rápido”, disse.