Correio dos Campos

Obra narra elementos da identidade cultural de PG

18 de Maio de 2022 às 08:47
(Foto: Divulgação)

COM ASSESSORIAS – Um livro que une literatura, geografia e artes visuais e que narra e descreve elementos da identidade cultural de Ponta Grossa e da região dos Campos Gerais. Esta é a proposta do projeto “Georreferenciamento Cultural”, da escritora Renata Regis Florisbelo.

Os textos da obra retratam alguns espaços e artefatos que se tornaram símbolos da cultura regional, como edificações, patrimônios tombados, patrimônios naturais, espaços verdes, hábitos, cultura imaterial e personalidades históricas.

O livro ainda conta com um mapa que abrange esses espaços presentes na narrativa. O trabalho cartográfico ficou sob responsabilidade do geógrafo Brendo Carvalho, especialista em mapas antigos. “Ele concebeu uma identidade exclusiva para este mapa mostrando toda a riqueza cultural dos nossos Campos Gerais em visual atrativo”, afirma a escritora.

O mapeamento de vários destes artefatos contribui diretamente para a valorização do patrimônio cultural, da identidade regional e do reconhecimento de narrativas históricas dos Campos Gerais. “Os assuntos foram surgindo naturalmente a partir de um olhar extremamente inclusivo para tudo que possa refletir e ressoar com nossos Campos Gerais quanto à cultura. A seleção dos temas envolveu uma breve pesquisa histórica para contextualização no tempo e no espaço, contudo a ênfase foi na reflexão sobre o valor real do tema e poder de vivificação em nossa rotina diária”, ressalta Renata, autora de 15 livros e membro da Academia de Letras dos Campos Gerais, da Academia Ponta-grossense de Letras e Artes, do Centro Cultural Professor Faris Michaele e do Centro de Letras dos Paraná.

A obra foi aprovada no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (Profice), tem patrocínio da Continental do Brasil e será publicada pela editora Estúdio Texto. A coordenação é da ABC Projetos Culturais. Os textos que integram o livro foram produzidos pela autora no período de 2015 a 2018 e publicados no jornal Diário dos Campos.

Visando a acessibilidade, o projeto da obra inclui uma versão em audiolivro, que será disponibilizado gratuitamente à população através de plataforma digital. Como contrapartida cultural do projeto, estão previstas oficinas de escrita em escolas e palestras voltadas a professores da rede municipal e estadual de ensino em Ponta Grossa. Quatrocentos exemplares do livro serão disponibilizados gratuitamente a escolas, bibliotecas, projetos de leitura e para a Secretaria Estadual de Educação.