Correio dos Campos

Piraí do Sul registra 5 mortes por Covid-19 nos primeiros quatro dias de maio

4 de Maio de 2021 às 19:15
(Fotos: Reprodução)

Por Pedro Dalcol Filho – O mês de maio nem bem começou e, em menos de 4 dias, cinco piraienses morreram em decorrência de complicações causadas pelo coronavírus. Com os novos óbitos, a cidade teve um salto de 42 para 47 mortes causadas pela doença.

De acordo com dados da Saúde, três das cinco vítimas, todos do sexo masculino, faleceram mesmo sem possuir qualquer comorbidade, ao contrário do que ocorreu com as duas mulheres que perderam a batalha pela vida contra o vírus. Ambas eram hipertensas, diabéticas e apresentavam quadros de obesidade.

Os casos

A primeira morte do mês, do taxista Edmilson Camargo, de 49 anos e que não apresentava comorbidades, aconteceu no dia primeiro no Hospital Cruz Vermelha, em Castro.

Embora tenha apresentado os primeiros sinais da doença no dia 13 de março, Camargo passou pela consulta e coleta do RT/PCR três dias depois, no dia 16. O resultado positivo foi confirmado no dia 20.

Com a piora dos sintomas, o taxista foi internado no Hospital Municipal Santo Antônio no dia 23, onde permaneceu até ser transferido no dia 27 para o Hospital Cruz Vermelha, na cidade vizinha.

Nesta segunda-feira, dia 3, outras três mortes foram confirmadas pelas autoridades de saúde.

Orlando Oliveira Santos, de 50 anos, também sem qualquer comorbidade, iniciou com os sintomas no dia 16 de abril, tendo procurado por atendimento médico no dia 20.

A coleta realizada no mesmo dia apresentou resultado positivo na véspera do feriado municipal, no dia 22.

Com o agravamento dos sintomas, Orlando foi internado no dia 26 no Hospital Santo Antônio, sendo transferido no dia seguinte para o Hospital de Laranjeiras do Sul, onde foi a óbito ontem.

A segunda morte registrada nesta segunda-feira foi de Aparecida de Jesus Alves de Almeida, de 64 anos.

Hipertensa, diabética e com obesidade, ela teve os primeiros sintomas também no dia 16 de abril. No feriado do dia 23 ela procurou atendimento médico e realizou a coleta do RT/PCR, testando positivo para a doença no dia 25.

Um dia depois de receber o resultado do exame, Aparecida foi internada inicialmente no hospital piraiense, de onde seguiu no dia 27 para o Hospital São Lucas, em Campo Largo, onde permaneceu internada até o seu falecimento.

Já a piraiense Terezinha de Jesus Prado Mendes, de 65 anos, deu entrada no Centro de Triagem e Aconselhamento Covid-19 do Hospital Municipal Santo Antônio no dia 19 de abril.

Com desconforto respiratório e dessaturando, a paciente realizou teste rápido enzimático com resultado positivo no mesmo dia.

O seu internamento foi solicitado e registrado imediatamente na Central de Leitos, que disponibilizou a vaga no dia 21, quando ela foi transferida para o Hospital do Rocio, em Campo Largo, onde também entrou em óbito nesta segunda-feira.

A quinta morte verificada nesse início de mês foi do motorista Airton Gabriel da Silva, de 56 anos, que faleceu hoje no Hospital Regional Universitário de Ponta Grossa.

Sem comorbidades, Airton iniciou com os sintomas há um mês atrás, em 4 de abril. No dia 6 ele realizou o exame particular que teve resultado positivo no dia 7.

No mesmo dia ele procurou atendimento médico e, seis dias depois, no dia 13, foi internado no hospital de Piraí do Sul devido a piora dos sintomas.

No dia 15 do mês passado ele foi transferido para o Hospital Regional, onde não resistiu às complicações do vírus.