Correio dos Campos

31 de maio – Dia Mundial de conscientização contra o tabaco

18 de Maio de 2022 às 10:05
(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

COM ASSESSORIAS – Dia 31 de maio é o Dia Mundial Sem Tabaco. Campanha da Organização Mundial da Saúde (OMS) que visa conscientizar as pessoas sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo.

Telêmaco Borba tem o Ambulatório Municipal de Controle ao Tabagismo que, há 14 anos, vem orientando e ajudando as pessoas a deixarem o vício do cigarro. O Ambulatório trabalha com palestras de orientações sobre a prevenção ao uso do tabaco, além de atender aqueles que desejam parar de fumar, dando orientação, apoio psicológico e medicamentos. O acompanhamento é realizado durante um ano.

Segundo a médica e coordenadora do Ambulatório, Circe Nunes, devido a pandemia os atendimentos foram reduzidos, mas desde o segundo semestre de 2021 o Ambulatório voltou com o trabalho normal.

O Dia Mundial Sem Tabaco é um dia de lembrar os malefícios que o cigarro faz para a saúde. Anualmente mais de oito milhões de pessoas morrem em decorrência do uso do fumo no mundo, além de afetar também o meio ambiente.

O cultivo, fabricação e uso do tabaco envenena a água, solo, praias e ruas da cidade com produtos químicos, resíduos tóxicos, bitucas de cigarro, incluindo micro plásticos, e resíduos de cigarros eletrônicos.

A fumaça do tabaco contribui para maiores níveis de poluição do ar e contém três tipos de gases de efeito estufa.

“Os prejuízos do tabaco são enormes e precisamos conscientizar nossos governos a criarem políticas mais efetivas para combater o consumo, a produção do tabaco e a reciclagem das bitucas que já vem sendo realizada em São Paulo”, ressaltou.

Dia Mundial Sem Tabaco

Dia Mundial sem Tabaco foi criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo.

Anualmente, no Dia Mundial sem Tabaco, o INCA promove e articula uma grande comemoração nacional sobre o tema com as secretarias estaduais e municipais de saúde e de educação dos 26 Estados e Distrito Federal e com outros setores do Ministério da Saúde e do governo federal que integram a Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro da OMS para o Controle do Tabaco (CQCT/OMS).

Cessação do tabagismo

O tabagismo é uma doença causada pela dependência química da nicotina. Oferecer tratamento aos que desejam parar de fumar é uma importante estratégia de controle do tabagismo.

A pandemia de Covid-19 pode ser um estímulo para o cuidado com a saúde, incluindo a cessação do tabagismo. A qualidade de vida melhora muito ao parar de fumar assim como a capacidade pulmonar, deixando a pessoa menos vulnerável a inúmeras doenças, dentre elas, a Covid-19.

Mais de 100 razões para parar de fumar

A cessação pode ser um desafio, especialmente com o estresse social e econômico adicional advindos da pandemia, mas há muitos motivos para parar.

Ao parar de fumar os benefícios à saúde são quase imediatos, conforme demonstrado a seguir:

Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal.

Após 2 horas, não há mais nicotina circulando no sangue.

Após 8 horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza.

Após 12 a 24 horas, os pulmões já funcionam melhor.

Após 2 dias, o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já degusta melhor a comida.

Após 3 semanas, a respiração se torna mais fácil e a circulação melhora.

Após 1 ano, o risco de morte por infarto do miocárdio é reduzido à metade.

Após 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.

A OMS listou mais de 100 razões para parar de fumar como forma de mobilizar, motivar, sensibilizar e encorajar os tabagistas a deixarem de fumar. A lista foi organizada por tema e traz vários elementos que reforçam e motivam a cessação do tabagismo. São eles:

O tabaco afeta sua aparência imediatamente.

Quando você usa produtos de tabaco e nicotina, coloca em risco a saúde de seus amigos e familiares – não apenas a sua.

Fumar cigarros eletrônicos perto de crianças compromete a saúde e a segurança delas.

O uso de tabaco traz consequências sociais negativas.

É caro – você pode usar seu dinheiro em coisas mais importantes.

Fumar reduz sua fertilidade.

Todas as formas de tabaco são letais

Quando você compra tabaco, está apoiando financeiramente uma indústria que explora agricultores e crianças e estimula doenças e morte.

Produtos de tabaco aquecidos são prejudiciais à saúde.

Os cigarros eletrônicos são prejudiciais à saúde e não são seguros.

O uso de tabaco, principalmente o fumo, tira o fôlego.

O tabaco destrói o seu coração.

Tabaco causa mais de 20 tipos de câncer.

Os fumantes têm maior probabilidade de perder a visão e a audição.

O tabaco afeta praticamente todos os órgãos do corpo.

O uso de tabaco e nicotina prejudica seu bebê.

O tabaco polui o ambiente.

Fonte – Ministério da Saúde (INCA)