Correio dos Campos

Covid-19: Saúde alerta para novas datas de vacinação em Telêmaco Borba

7 de Maio de 2021 às 15:21
(Foto: Reprodução)

COM ASSESSORIAS – A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inicia uma nova fase da vacinação. Esta etapa priorizará as pessoas com Síndrome de Down, deficiência permanente, pacientes renais que realizam diálise, gestante e puérperas com comorbidades e pessoas de 55 a 59 anos que possuem comorbidades.

A SMS realiza nesta sexta-feira (7) a vacinação contra a Covid-19 para pessoas com Síndrome de Down com 18 anos ou mais. A imunização ocorrerá na Sala de Vacinação do Centro de Especialidades (antigo PAM) das 9 horas às 16 horas.

GESTANTES E PUÉRPERAS

Na segunda-feira (10) acontece a vacinação das gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias pós parto) que possuem comorbidades e tem mais de 18 anos. A vacinação acontece das 9 horas às 16 horas na Clínica da Mulher.

Para evitar aglomerações, no período da manhã serão vacinadas as gestantes e puérperas com mais de 30 anos. No período da tarde serão vacinadas a gestantes puérperas de 18 a 30 anos.

RENAIS

Os pacientes renais que realizam diálise serão vacinados na segunda-feira (10) e terça-feira (11) na Clínica do Rim, onde é realizada da diálise. A SMS realizará um planejamento para que as pessoas sejam vacinadas quando realizam o tratamento, sem precisar se deslocar uma segunda vez até a Clínica do Rim.

COM COMORBIDADES

Na terça-feira (11) serão vacinadas pessoas com comorbidades com 59 anos. Na quarta-feira (12) serão vacinadas as pessoas com 58 anos. A vacinação será nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de referência, das 9 horas às 16 horas.

Para evitar aglomerações, nos dois dias no período da manhã serão vacinadas as mulheres. No período da tarde serão vacinados os homens.

DEFICIÊNCIA CADASTRADOS NO PBPC

As pessoas de 55 a 59 com deficiência permanente, que são cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (PBPC), serão vacinadas na quinta-feira (13) no Centro de Convivência do Idoso (CCI). O horário previsto para vacinação será das 13h30 às 16 horas.

DOCUMENTOS E CUIDADOS

Em todos os casos é necessário apresentar documento pessoal com foto, CPF, cartão de vacina e laudo médico comprovando a Síndrome de Down, declaração de comorbidades e também o cartão pré-natal.

A vacina é contraindicada para quem contraiu a Covid há menos de 30 dias do início dos sintomas; ter recebido outra vacina há menos de 14 dias; quadro gripal e/ou febre acima 37,5 nas últimas 24 horas.

Para mais informações ligue 3904-1644.

COMORBIDADES

A declaração de comorbidades para vacinação da covid-19 dos pacientes acima de 18 anos da rede privada está disponível para os médicos no portal do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR). Em Telêmaco Borba, a declaração assinada por um médico do CRM será o único documento válido para a imunização destes pacientes.

O documento deve ser preenchido pelo médico da rede privada exclusivamente no Portal de Serviços do Conselho, onde consta a lista das 22 doenças e as condições elencadas pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação para essa etapa da imunização. O acesso à declaração é feito pelos médicos, com login e senha de acesso ao portal.

No termo, o médico precisará declarar que o paciente está sob seus cuidados e, por fim, assinalar a veracidade e autenticidade das informações descritas na declaração, sob pena de responsabilização pelo Código de Ética Médica e Código Penal. A declaração será enviada via e-mail ao paciente, que deverá imprimir e levar na hora da vacinação com o comprovante de endereço e documento com foto.

Pessoas com comorbidades, acima de 18 anos, que têm acompanhamento médico do SUS pela rede municipal de saúde de Telêmaco Borba não precisarão de declaração médica para receber a vacina da covid-19 na cidade.

Nos dois casos, pacientes SUS e da rede privada, a vacinação contra a covid-19 acontecerá por ordem de idade, do mais velho para o mais novo. Os cronogramas serão organizados de acordo com a quantidade de doses de vacinas disponíveis no momento.

Grupo de comorbidades / Descrição

Diabetes mellitus / Qualquer indivíduo com diabetes

Pneumopatias crônicas graves / Indivíduos com pneumopatias graves incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática).

Hipertensão Arterial Resistente / Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de quatro ou mais fármacos anti-hipertensivos. Hipertensão arterial estagio 3 PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade. Hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade PA sistólica entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

Doenças cardiovasculares / Insuficiência cardíaca (IC) IC com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada; em estágios B, C ou D, independente de classe funcional da New York Heart Association. Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar: Cor-pulmonale crônico, hipertensão pulmonar primária ou secundária. Cardiopatia hipertensiva (hipertrofia ventricular esquerda ou dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo). Síndromes coronarianas Síndromes coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós Infarto Agudo do Miocárdio, outras). Valvopatias: Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou com comprometimento miocárdico (estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide, e outras). Miocardiopatias e Pericardiopatias Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática. Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos. Arritmias cardíacas com importância clínica e/ou cardiopatia associada (fibrilação e flutter atriais; e outras). Cardiopatias congênita no adulto: Cardiopatias congênitas com repercussão hemodinâmica, crises hipoxêmicas; insuficiência cardíaca; arritmias; comprometimento 28 miocárdico. Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados: 33 Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência)

Doença cerebrovascular / Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular

Doença renal crônica / Doença renal crônica estágio 3 ou mais (taxa de filtração glomerular < 60 ml/min/1,73 m2) e/ou síndrome nefrótica. Imunossuprimidos / Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV e CD4 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas. Anemia falciforme / Anemia falciforme Obesidade mórbida / Índice de massa corpórea (IMC) ≥ 40 Síndrome de down / Trissomia do cromossomo 21 Cirrose hepática / Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C