Correio dos Campos

Polícia Civil de Ponta Grossa prende casal envolvido em latrocínio de agente penitenciário

12 de Maio de 2020 às 12:19
(Divulgação/Polícia Civil)

REDAÇÃO/Correio dos Campos – A Polícia Civil de Ponta Grossa prendeu na manhã de hoje (12) duas pessoas que estão envolvidas na morte de um agente penitenciário. As equipes cumpriram os mandados de prisão preventiva de uma mulher, de 28 anos, e de um homem, de 36 anos.

De acordo com o delegado Fernando Jasinski, o crime ocorreu no dia 21 de fevereiro deste ano, por volta das 23 horas, quando três indivíduos entraram em uma mercearia, no bairro Olarias. O trio anunciou o assalto e em seguida, um dos criminosos realizou um disparo contra um dos clientes, que depois foi identificado como o agente penitenciário Lodeval Santos Ribas. Lodeval faleceu dois dias depois em um hospital da cidade.

Horas depois do crime, uma equipe da Polícia Militar deu voz de prisão, em flagrante, a quatro indivíduos (dois homens, uma mulher e um adolescente). Durante essa prisão, os policiais recuperaram a pistola subtraída do agente, assim como foi apreendido um revólver.

Durante o registro da ocorrência, a equipe policial constatou que os dois homens e o adolescente teriam participação no latrocínio que vitimou o agente. A mulher foi autuada em flagrante pelo porte ilegal de arma e munição.

A Polícia Civil continuou as investigações e constatou que a mulher, de 28 anos, que foi presa por porte ilegal de arma de fogo, também estava envolvida na morte do agente.

Segundo o delegado, a mulher teria repassado informações para outro homem, de 36 anos, com quem mantinha relacionamento, sobre o agente penitenciário, e eles teriam arquitetado o crime. De acordo com a Polícia Civil, a mulher, inclusive, foi a guia dos criminosos, tendo levado os homens até o estabelecimento que Lodeval estava.