Correio dos Campos

Padrasto é preso por amarrar e agredir enteado com deficiência

12 de Maio de 2020 às 07:18
Rapaz foi amarrado e agredido pelo padrasto em Itu (Foto: Arquivo)

Um padrasto foi preso por torturar o enteado que tem problemas mentais, na noite desta segunda-feira (11), na zona rural de Itu (SP). A prisão temporária de 30 dias foi decretada pela Justiça e o mandado foi cumprido pela investigação.

De acordo com o registro da ocorrência, o caso foi denunciado e os policiais passaram a fazer buscas pelo endereço. O imóvel foi encontrado em uma área afastada do Centro. Apenas o suspeito estava no local e confessou aos policiais que amarrou e agrediu a vítima “para puni-la”. O rapaz, de 25 anos, tem crises por conta da deficiência.

A vítima e a mãe também foram identificadas e todos foram encaminhados à delegacia. O caseiro foi levado para a cadeia de São Roque.

O rapaz passou por exames no Instituto Médico Legal (IML) que comprovaram as graves agressões nos braços, nas pernas e nas costas. A vítima contou que foi usado um pedaço de madeira na tortura quando já estava amarrada.

Fonte: G1