Correio dos Campos

Menina de dois anos morre em Toledo e suspeita é picada de aranha

Alice foi internada no domingo (3) na UPA; picadas de cobra e escorpião foram descartadas
6 de Maio de 2020 às 10:50
(foto: divulgação)

A menina de dois anos morreu em Toledo na tarde de terça-feira (5) e uma das hipóteses é que ela teria sido picada por uma aranha.

A mãe da pequena Alice Garcia Rosa, Evelin Toledo, descreve como foi a evolução rápida do quadro clínico da criança internada no domingo (3) na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento). “Ela foi ficando com a boca e pé roxo, foi reanimada por mais de 1h30, mas não resistiu”.

A mãe conta que a filha estava com o pai durante o fim de semana, brincou bastante e na madrugada de domingo teve vômito, foi contido, mas ao amanhecer teve diarreia que também foi reduzida quando internada. A menina estava com uma ferida de picada na perna, com sinais de coceira, mas sem grande extensão, porém profunda e com necrose. “Alice era muito alérgica a qualquer tipo de inseto, não sabemos qual inseto que foi, e devido a pandemia a autópsia dela foi negada e não teremos o laudo conclusivo, mas foi descartado a picada de cobra e escorpião”, conta.

Os familiares acreditam que a forma como a ferida se abriu, ela coçou pode ter provocado a infecção generalizada. “Ela teve uma bactéria muito forte, ela teve trombose e após a trombose ela teve uma infecção generalizada que foi muito rápida”.

A morte deve ser investigada para apontar quais foram as causas, já que devido ao agravamento e morte rápida não teve diagnóstico conclusivo. O laudo do IML (Instituto Médico-Legal) deve sair em 30 dias.

Foto: Catve

Fonte: Catve