Correio dos Campos

Pauliki solicita nomeação de concursados para segurança pública

31 de Maio de 2017 às 22:18

Novos agentes penitenciários, policiais militares e civis e profissionais para o Instituto Médico Legal (IML) para a região. Essa foi a reivindicação do deputado estadual Marcio Pauliki ao secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, que esteve apresentando o balanço das finanças do primeiro quadrimestre deste ano na sessão desta quarta-feira (31) na Assembleia Legislativa.

“Como a situação financeira tem apresentado perspectivas de melhoras, como foi apresentado pelo secretário, é preciso que se tenha um planejamento para que essas demandas da sociedade sejam atendidas”, afirma o deputado. Há profissionais que já foram aprovados em concursos e aguardam serem nomeados. “Caso não sejam nomeados, o prazo para chamar esses profissionais expira e eles podem perder essa oportunidade”, ressalta Pauliki.

A chegada de novos agentes penitenciários e policiais militares e civis é uma necessidade de caráter urgente. Isso porque em Ponta Grosa será instalada neste ano o Serviços de Operações Especiais (SOE) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Profissionais da área de segurança pública que já atuam na cidade irão ser transferidos para esses órgãos. O SOE, inclusive, é uma reivindicação de Pauliki.

Além disso, o IML da cidade vive um drama histórico da falta de profissionais. “Estamos lutando para que pelo menos seis novos profissionais concursados sejam destinados para o órgão. Essa é uma carência e uma necessidade de longa data”, salienta Pauliki.

O deputado também comenta a situação econômica do estado. “Como administrador, sei das dificuldades que o país atravessa e parabenizo o secretário pela forma com que o estado tem enfrentado e superado os desafios impostos pela crise”, afirma.