Correio dos Campos

Sindicância – Relatório aponta erro de digitação

24 de Maio de 2017 às 18:23

A sindicância, aberta dia 16 de maio, para apurar o motivo do aparecimento do nome do prefeito Rildo Leonardi como beneficiário do subsídio do transporte escolar no Portal da Transparência constatou que houve um erro de digitação por parte da contadora e funcionária concursada lotada na Secretaria Municipal de Finanças Emanuele de Almeida Ravarena e que não houve pagamento do benefício ao prefeito. “Concluindo, não encontramos qualquer maledicência no erro da contadora, que consideramos involuntário e, portanto, nenhuma consonância com dispositivos constantes no Estatuto dos Funcionários passíveis de penalidades, motivo pelo qual propomos o arquivamento da presente”, finalizou o documento redigido pelo servidor responsável pelas averiguações, Roberto Tomczak.

De acordo com o documento, a contadora de carreira da Prefeitura teria repetido “o código numérico atribuído ao ordenador da despesa – o senhor Prefeito – em um dos campos destinados ao código dos beneficiários do mencionado auxílio financeiro. Como os registros de notas de empenho são realizados on line e automaticamente incorporados ao Portal da Transparência, o trabalho foi interpretado pelo sistema eletrônico como concluído com o ‘corte’ repentino da energia elétrica que servia aos computadores, e assim levando ao conhecimento público como ato pronto, não dando tempo de serem os dados conferidos e corrigidos como usualmente é feito pela equipe contábil”.
No relatório, o sindicante destaca ainda que o conteúdo do Portal da Transparência cumpre sua função de expor detalhadamente os atos do município, mas adverte que deve haver mais responsabilidade na divulgação de qualquer dado. “Os documentos e informações constantes do Portal da Transparência, como não poderia deixar de ser, cumprem sua função de transparência dos atos municipais e são consultados por qualquer pessoa interessada”, cita o documento ao propor mais cuidado por parte da população na divulgação de tais dados.

Entenda o caso – No dia 10 de maio Greiciane Prado publicou numa rede social comentário que questionava o aparecimento do nome do prefeito na lista de beneficiários do subsídio do transporte escolar concedido a estudantes que freqüentam instituições fora de Tibagi. Na publicação havia uma cópia da página do Portal da Transparência em que aparecia o nome de Rildo Leonardi grifado e com a seguinte frase: “Como diziam na campanha… ‘que bunito hein’ (sic) receber um valor que seria destinado ao transporte de estudantes sem estar estudando para o próprio prefeito”. A postagem teve repercussão, rendendo alguns comentários e ‘curtidas’. No outro dia o prefeito Rildo solicitou a abertura da sindicância para apurar o ocorrido.