Correio dos Campos

Prefeitura de Tibagi participa de reunião com TRE

10 de Maio de 2017 às 17:32

A vice-prefeita Helynez Santos Ribas participou na tarde de segunda-feira (08) de uma reunião com o juiz Ivo Faccenda, Membro do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE), na função Correcional, representando o vice-presidente e Corregedor Regional Eleitoral, Desembargador Luiz Taro Oyama; e com a secretária da Corregedoria do TRE, Daniela Borges de Carvalho. O juiz da 17ª Zona Eleitoral de Tibagi, João Batista Spanier Neto, o secretário Municipal de Administração, Eugênio Leonardi e o prefeito de Ventania, Antônio Helly Santiago também participaram da reunião.

O objetivo era analisar como está o processo de cadastro obrigatório da biometria nos municípios do Tibagi e Ventania.
Faccenda elogiou os trabalhos do 17° Cartório Eleitoral e reforçou a necessidade de apoio por parte das prefeituras para a conclusão do serviço. A vice-prefeita de Tibagi garantiu que a Prefeitura vai continuar dando apoio no que for necessário. “Existe um bom relacionamento entre o executivo, legislativo e o judiciário aqui em Tibagi.
Não é um trabalho fácil, mas está sendo muito executado. Nos colocamos à disposição para auxiliar em qualquer situação”, garantiu Helynez.
O prefeito de Ventania também colocou o executivo à disposição do TRE, mas destacou as dificuldades enfrentadas pelo município para conseguir transportar os eleitores até Tibagi para fazer o cadastro. “Precisamos garantir que nossos eleitores façam o cadastramento, mas estamos com um número muito reduzido de veículos próprios. Isso me preocupa bastante.”, afirmou Santiago. Ventania conseguiu cadastrar 22,7% de seu eleitorado até o momento e Tibagi 44,8%.

Apesar da procura abaixo do esperado até agora, o TRE não deverá aumentar um prazo ou fazer um posto avançado em Ventania. “Não há possibilidade de mudança na estratégia. É obrigação de cada município atender a demanda e cumprir o que é estabelecido”, reforçou Faccenda.

O cadastro biométrico vai até 23 de junho e quem não fizer dentro do prazo terá o título eleitoral cancelado. Além de ficar com uma série de restrições, pode perder benefícios sociais do governo federal, como Bolsa Família, por exemplo.
O cartório Eleitoral é aberto de segunda à sexta-feira, das 9h às 18h, sem intervalo para o almoço. O eleitor deverá comparecer ao fórum munido de documentos pessoais, CPF, título de eleitor e comprovante de endereço.