Correio dos Campos

Escola Municipal Telêmaco Borba aborda jogo Baleia Azul

3 de Maio de 2017 às 17:44

Os recentes casos de tentativas de suicídios relacionados ao jogo Baleia Azul deram um alerta a pais e professores. Preocupados com a repercussão do jogo no dia-a-dia dos estudantes, o Executivo, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), solicitou que as escolas municipais trabalhassem o tema com os alunos. Na Escola Municipal Telêmaco Borba a professora Fabíola Gomes Machado preparou uma aula sobre o assunto e apresentou aos alunos do 5° ano, na manhã desta quarta-feira (03).

Com cerca de 30 alunos enfileirados e atentos às informações repassadas pela educadora, a turma assistiu em silêncio os 40 minutos de aula.  Para a professora é muito importante propor um diálogo com esta temática para as crianças. “Eles já tem discernimento para saber reconhecer o certo do errado. Existe o receio de acabar estimulando a imaginação deles, mas por outro lado, eles precisam ir apurando o senso crítico e começar a formar suas opiniões. Eles têm muito acesso a informações nem sempre corretas, notícias falsas. Temos a obrigação de mostrar o certo e ajudá-los a identificar o errado. Eles são muito espertos e acredito que uma aula como esta é super importante para o desenvolvimento deles”, acredita Fabíola.

A aluna Isabela, 10 anos, disse que ficou sabendo do jogo por mensagens nas redes sociais. “Mandaram uma mensagem para mim. Mostrei para os meus pais e eles conversaram bastante comigo. Na hora fiquei com medo, mas depois meus pais me deixaram tranqüila. Achei a aula muito legal”, diz.

Já a aluna Kaitlyn, 10 anos, considerou que aula reforça os bons exemplos e chama atenção para os perigos da internet. “Hoje eu aprendi que o jogo da Baleia Azul é muito perigoso e devemos ficar longe. Tem muita gente mandando mensagens pelo “whatsapp”, mas meus pais e meus avós me avisaram do perigo”, conta.

A professora aproveitou para falar um pouco sobre outros “perigos” da internet, como notícias falsas ou fake news  e bulling cibernético. “Eles tem acesso muito amplo e estão constantemente vulneráveis. Precisamos oferecer esse apoio para que eles saibam que a escola e a família estão prontas para ajudá-los e dar a segurança que eles tanto precisam”, ressalta.

O jogo

O jogo Baleia Azul foi criado na Rússia e estaria relacionado a mais de 100 mortes pelo mundo. O jogo pede a realização de 50 de desafios, orientados por um mediador, que induzem à automutilação e levam ao suicídio.

Fique atento
* A eventuais mudanças de comportamento do jovem
* Demonstre interesse pela rotina do seu filho (a)

* Adolescentes com baixa auto-estima são mais vulneráveis
* Dialogue e atraia a confiança de seu filho (a)
* Evite que seu filho (a) fique muito tempo conectado à internet
* Deixe o computador em um local comum e visível da casa
* Evite expor informações particulares e dados pessoais na internet
* Denuncie grupos e comunidades suspeitas