Correio dos Campos

‘É a única filha que eu tenho’, diz pai sobre adolescente assassinada a facadas pelo namorado

O pai contou que não sabia do namoro da jovem e que também não conhecia o rapaz
5 de janeiro de 2022 às 15:43
(Foto: Marcelo Bonomini)

O corpo de Eduarda Karollaine, 13 anos, foi velado nesta quarta-feira (05), em Bela Vista do Paraíso, norte do Paraná. Ela foi morta a facadas, em Sertanópolis, nesta terça-feira (04). O namorado dela, Sérgio Henrique Melo, de 19 anos, confessou ter cometido o crime. Os dois haviam começado o relacionamento há um dia.

O pai da vítima, Gelson Caboclo, falou, em entrevista ao repórter Rafael Machado da RICtv, que a jovem o ajudava nos serviços domésticos e que era uma pessoa tranquila. Ele não conhecia Sérgio e informou que não tinha sabia do relacionamento da filha. A última vez que os dois conversaram foi às 10h do mesmo dia em que Eduarda morreu.

“É a única filha que eu tenho. Menina doce, educada. Para um canalha desse aí fazer isso com a minha filha”,
disse Gelson.

A mãe, em entrevista à repórter Ana Contato da RICtv, também disse não ter conhecimento do namoro. Eduarda havia dito à ela que estava na casa de uma amiga, em Bela Vista do Paraíso, cidade em que moram, e que já ia para casa. Entretanto, ela estava em Sertanópolis na casa de Sérgio.

Sérgio está preso em Ibiporã. Ele mesmo ligou para a Polícia Militar (PM) e disse ter cometido o assassinato. O rapaz permaneceu na Rua Olímpio Daniel e aguardou a chegada da viatura. Ele ainda alterou o status do relacionamento no Facebook para “viúvo”.

O crime aconteceu após Sérgio ter flagrado Eduarda com outro menino, conforme o que ele relatou para a PM. Ele foi até sua casa para buscar uma faca, prometendo matar a adolescente e o garoto. Eduarda o seguiu para conversar com o namorado e foi morta com pelo menos oito facadas.

Fonte: Ricmais

Leia mais clicando AQUI