Correio dos Campos

Educação realiza entrega de 300 toneladas alimentos perecíveis

Escolas e CMEIs estão agendando as entregas de alimentos perecíveis, oriundos da alimentação escolar que seria consumida durante o período de paralisação. Todos os alunos matriculados serão contemplados
25 de Maio de 2020 às 19:17
(Divulgação/PMPG)

IMPRENSA/Ponta Grossa – A Secretaria Municipal de Educação iniciou nesta segunda-feira mais uma rodada de entrega de alimentos para os alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil e das Escolas Municipais de Ponta Grossa. Estão sendo entregues 300 toneladas de alimentos perecíveis para todas as famílias dos alunos matriculados. Os produtos seriam aqueles utilizados pelas unidades escolares para a alimentação escolar, durante o período de pandemia em que a Educação está mantendo as aulas pela TV Educativa e pela internet.

As entregas seguem até 29 de maio, conforme o agendamento de cada unidade. No mês de abril, a primeira entrega realizada pela SME contemplou somente os alunos em condições socioeconômicas de vulnerabilidade, com produtos perecíveis e não-perecíveis. Já na nova entrega, serão contempladas todas as crianças.

Desta vez, a forma de entrega será semelhante, porém, a maior parte dos kits serão formados por alimentos perecíveis. Eles são adquiridos com o valor destinado para a compra da alimentação escolar de 2020, que tem previsão total de aproximadamente R$ 18 milhões.

Conteúdo

Estão incluídos produtos hortifruti, provenientes da Agricultura Familiar, disponibilizados pelas associações dos agricultores – fornecedores da alimentação escolar. As crianças receberão carnes de gado, ave e suína, leite, frutas, tubérculos e legumes. Entre eles estão maçãs, bananas, mamões, laranjas, limões, poncãs, melões e caquis; batata, batata-salsa e doce, além de aipim. Beterraba, cenoura, pepino, alface, brócolis, repolho, couve manteiga, almeirão e acelga.

495 toneladas

Somando a entrega desta semana, a SME irá destinar durante o período de pandemia um total de 495 toneladas de alimentos – foram 195 toneladas em abril e outras 300 agora. Com eles foram montados cerca de 13 mil kits de alimentos em abril e nesta oportunidade, 32 mil. Os recursos são oriundos do Plano Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).