Correio dos Campos

Ponta Grossa integra pesquisa que mapeia incidência do coronavírus no país

14 de Maio de 2020 às 16:33
(foto ilustrativa/G1)

IMPRENSA/Ponta Grossa – A Prefeitura de Ponta Grossa informa que, desde quarta-feira (13), uma equipe do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) está percorrendo os bairros para realizar uma pesquisa que mede o nível de imunização da população ao coronavírus. Ao todo, 133 cidades fazem parte da amostra coletada para o estudo e Ponta Grossa é um dos municípios que foi contemplado para a realização do estudo. A iniciativa é comandada pelo Centro de Epidemiologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), com o apoio do Ministério da Saúde, que disponibilizou testes rápidos de coronavírus para a realização da avaliação.

Para a constituição do estudo, os pesquisadores vão até as residências e questionam se há algum morador que queira participar da entrevista, de forma voluntária. As pessoas que demonstrarem interesse serão submetidas ao teste rápido, através da coleta de sangue. Durante esta etapa, apenas um morador por casa poderá participar. Caso o teste constate positivo para um caso, todos os residentes da mesma moradia também poderão fazer os testes. 250 entrevistas por município deverão compor o estudo nesta primeira etapa.

De acordo com o Ministério da Saúde, através da pesquisa será possível ter um cenário probabilístico do percentual de pessoas que possuem anticorpos contra o coronavírus no Brasil, ou seja, quantas já entraram em contato com a Covid-19. Dessa forma, o intuito é verificar a quantidade de infectados, a velocidade com que o vírus está se espalhando e a taxa de letalidade da doença.

Para a realização da pesquisa, os entrevistadores estarão utilizando os equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas, álcool em gel e aventais. O intuito é que 22 mil pessoas do país sejam submetidas ao teste rápido no país.

Para saber mais sobre o projeto, acesse o site do Ministério da Saúde.