Correio dos Campos

Rudolf quer diminuir produção e uso de embalagens plásticas

Projeto de lei sugere que venda de alimentos seja realizada com bandejas que não prejudiquem o meio ambiente. Mudança seria gradativa para evitar problemas no comércio
13 de Maio de 2019 às 21:45
(Kauter Prado/CMPG)

COM ASSESSORIAS – O vereador Rudolf Polaco apresentou nos últimos dias um projeto de lei para regulamentar a venda de alimentos em utensílios descartáveis. O objetivo é evitar danos ao meio ambiente, obrigado que os produtos ser comercializados em bandejas, copos ou pratos biodegradáveis. O mesmo vale para garfos, facas e outros utensílios.

A proposta está descrita no projeto de lei nº 126/2019 e foi protocolada na última sexta-feira (10). De acordo com a sugestão, a implementação dos utensílios biodegradáveis seria realizada de maneira gradativa. No primeiro ano com a lei em vigor, seria obrigatório que 20% dos utensílios tivessem a especificidade. A porcentagem aumenta ao passar dos anos, chegando a 100% somente após oito anos da sanção da lei. O objetivo do vereador é garantir a preservação do meio ambiente sem prejudicar os comerciantes locais.

“Entendo a importância da medida, mas acredito que uma mudança drástica poderia ser prejudicial ao comércio. Por isso solicitei que as alterações sejam feitas de maneira gradativa, assim o comércio tem condições de se programar e evitar prejuízos”, conta o vereador.

A proposta segue agora para análise das comissões internas da Câmara de Ponta Grossa, antes de ser analisada pelos vereadores em plenário.