Correio dos Campos

Felipe Passos quer evitar votação às pressas de projetos que tratam de reajuste

Vereador busca apoio para mudar o regimento interno da Câmara. Rogério Quadros (PMDB), Geraldo Stocco (REDE), Ricardo Zampieri (PSL) e Rudolf 'Polaco' (PPS) já assinaram o projeto.
28 de Maio de 2018 às 17:15
Foto: Kauter Prado/CMPG.

COM ASSESSORIAS – O vereador Felipe Passos (PSDB) busca assinaturas para conseguir apresentar um projeto de resolução interna na Câmara Municipal de Ponta Grossa. A proposta de Felipe quer evitar a votação às pressas de projetos que tratem de reajustes salariais, sejam eles para vereadores ou não. Além de Felipe, são necessárias as assinaturas de oito vereadores para que o projeto tramite no Legislativo.

A proposta de Felipe é alterar o artigo 119 do regimento interno, trecho que trata de projetos sobre a criação ou extinção de cargos ou da mudança no reajuste dos agentes políticos (vereadores, secretários, vice-prefeito e prefeito). “Essa é uma mudança adequada para evitar votações questionáveis aqui na Câmara, não podemos expor o legislativo a isso e muito menos tomar decisões equivocadas em nome da população”, contou.

O projeto de Felipe foi apresentado depois que o Legislativo votou (e aprovou) em apenas um dia um reajuste de 5% para os servidores da Câmara e uma reposição de 3,84% para os agentes políticos. “A proposta foi colocada em cima da hora na pauta, eu quase não tive tempo de ler o projeto. Além disso, a votação aconteceu em um momento em que a população está sofrendo muito”, explicou o tucano.

Para que a alteração no regimento interno seja levada à discussão no plenário, nove vereadores precisam assinar o projeto. Além de Felipe Passos, o documento já foi assinado por Rogério Quadros (PMDB), Geraldo Stocco (REDE), Ricardo Zampieri (PSL) e Rudolf ‘Polaco’ (PPS).