Correio dos Campos

Justiça Restaurativa entrega selo “Gralha Azul” a 19 entidades

19 de Maio de 2017 às 14:10

Nesta segunda-feira (22) uma promoção da Comissão de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Paraná (CJR) e do Instituto Mundo Melhor (IMM) irá entregar o selo “Gralha Azul” para 19 entidades do Paraná. O evento será realizado às 20 horas no Tribunal do Júri do Fórum de Ponta Grossa.

A atividade será aberta ao público e contará com um discurso da pesquisadora e referência em Justiça Restaurativa norte-americana Kay Pranis (foto). Ela é internacionalmente reconhecida por estudar, ensinar e praticar a Justiça Restaurativa, além de publicar livros e artigos sobre o assunto. De 1994 a 2003, atuou como Planejadora de Justiça Restaurativa para o Departamento Correcional do Estado de Minnesota, nos Estados Unidos.

Segundo Mariana Pissaco Cordeiro Ferreira, membro da CJR, a entrega do prêmio é um reconhecimento a instituições dos âmbitos privado e público que realizam as práticas da justiça restaurativa em seus ambientes. “É a primeira vez que estamos entregando o prêmio para estimular que as entidades continuem com essas práticas e também possamos divulgar a Justiça Restaurativa para outras instituições”, explica Mariana.

Durante o período da manhã e da tarde de segunda-feira e terça-feira serão realizadas palestras sobre Justiça Restaurativa.

De modo geral, a Justiça Restaurativa envolve a solução de conflitos através da aproximação entre vítima e o agressor, suas famílias e a sociedade na reparação dos danos causados por um crime ou infração. O IMM tem convênio com o TJ-PR para ser o agente implantador da Justiça Restaurativa.