Correio dos Campos

Saúde realiza experiência de acolhimento integral com usuários de serviço especializado

16 de Maio de 2017 às 17:26

No mês de março, profissionais do Serviço de Atendimento Especializado (SAE) e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) receberam capacitação sobre Práticas Restaurativas promovida pelo Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (CJUSC).
Os profissionais que receberam o treinamento já estão desenvolvendo atividades através do Grupo Amor a Vida. Esta possibilidade de vivência, propondo o restabelecimento de vínculos e troca experiências, além de despertar sentimentos, ajuda a construir soluções para a vida cotidiana.
Hoje o SAE tem aproximadamente 1500 usuários cadastrados, estes portadores de HIV. “Nosso objetivo é aumentar a adesão ao tratamento e dar poder aos soropositivos”, comenta a Assistente Social, Claudia Silva.
As orientações acontecem por intermédio de um facilitador, visando proporcionar um espaço seguro, onde os sujeitos possam abordar o problema e ter acesso a informações e conhecimentos pertinentes. “Os círculos restaurativos reafirmam que a humanização é capaz de potencializar os usuários e proporcionar significativas mudanças comportamentais”, destaca a enfermeira, Claudia Castilhos.
Futuramente o grupo pretende ampliar o número de pacientes que participam dos círculos restaurativos.