Correio dos Campos

Carteiras de Trabalho têm sido emitidas e entregues com maior agilidade em Piraí do Sul

11 de Maio de 2017 às 14:51
SONY DSC

Nos últimos cinco meses a Agência do Trabalhador de Piraí do Sul recebeu mais de 400 solicitações para emissão de carteiras de trabalho, que são os documentos que habilitam o trabalhador brasileiro e estrangeiro no mercado formal de trabalho.

A confecção do documento, que é realizada pelo posto de atendimento do Ministério do Trabalho e da Previdência Social (MTE) de Ponta Grossa, tem levado em média 7 dias, prazo que é inferior ao informado pelo próprio Ministério, que é de 8 a 20 dias.

A agilidade na emissão tem beneficiado os piraienses que precisam da carteira e esse fato tem sido motivo de comemoração para os funcionários da Agência do Trabalhador local.

“Depois de termos ficado entre agosto do ano passado e janeiro desse ano sem podermos realizar a coleta dos documentos pela nossa agência, procuramos dar mais celeridade ao processo já que muitos solicitantes tem bastante urgência no recebimento do documento. Por isso decidimos não mais esperar o envio das carteiras de trabalho pelos Correios. Dessa forma temos conseguido entregar os documentos em tempo bem menor, já que toda semana um de nossos motoristas retira a remessa direto no MTE de Ponta Grossa. E isso tem sido ótimo, pela eficiência e, principalmente, pelo resultado que está sendo oferecido ao cidadão”, disse Janaína Bonin Alves, que é uma das emissoras habilitadas para o serviço.

Carteiras prontas

A Agência do Trabalhador informou nesta quinta-feira, 11, que as carteiras de trabalho que foram solicitadas entre a semana passada e a tarde de ontem, dia 10, já se encontram disponíveis para serem retiradas.

Quem tem direito?

O documento, que se trata do principal instrumento de garantia de acesso aos direitos trabalhistas garantidos pela legislação, pode ser obtido por brasileiros natos ou naturalizados, assim como por estrangeiros residentes ou cidadãos do Mercosul, estrangeiros temporários e também para candidatos a refúgio, desde que maiores de 14 anos de idade.