Correio dos Campos

Mãe é presa suspeita de tortura após filho de 2 anos ser hospitalizado com várias lesões

Polícia informou que médico examinou a criança e encontrou diversos machucados, incluindo uma fratura no braço. Conselho Tutelar também foi acionado.
2 de Maio de 2022 às 09:36
(Foto: Arquivo pessoal de familiares)

Uma mulher foi presa preventivamente suspeita de torturar o filho de 2 anos, em Prudentópolis, na região central do Paraná. De acordo com a Polícia Militar (PM), a foi após a criança precisar ser hospitalizada no sábado (30).

Segundo a polícia, a mãe disse ter encontrado o filho na sala, durante a madrugada, com várias lesões no rosto, na cabeça e nas costas.

A mulher disse que, ao lado do menino, encontrou uma tesoura e uma faca de serra. Segundo o relato, ela pediu ajuda para a sogra, e levou a criança para o hospital.

Questionada pela PM, a mulher disse que estava sozinha em casa.

Os policiais militares também ouviram o médico que atendeu o menino. O profissional afirmou que diagnosticou várias lesões, que aparentam ter sido feitas em dias diferentes.

Entre as lesões encontradas está uma fratura no braço direito e um machucado feito por objeto cortante na cabeça do menino. O laudo descartou que as lesões foram causadas por acidente doméstico.

Segundo a Polícia Civil, a mãe foi conduzida à delegacia e interrogada. Em depoimento, ela disse que o menino tinha caído da cama. O Conselho Tutelar também foi acionado.

Conforme a Polícia Civil, a mãe foi autuada em flagrante por tortura. A Justiça, então, decidiu converter o flagrante em prisão preventiva. A criança foi transferida para um hospital de Guarapuava, na região central do estado.

A polícia investiga se outras pessoas estão envolvidas na suspeita de maus tratos à criança.

Fonte: G1