Correio dos Campos

Polícia encontra enxada, veneno e desenho de corpo humano na casa de suspeito de enterrar o pai no quintal e matar a mãe asfixiada

Polícia Militar disse que o homem confessou o crime. Na casa, os policiais encontraram uma porção de cocaína.
20 de Maio de 2021 às 15:11
Casal foi encontrado morto em casa, em Curitiba. (Foto: Reprodução/RPC)

A Polícia Civil encontrou, na manhã desta quinta-feira (20), uma enxada, uma pá, veneno e um desenho da anatomia do corpo humano na casa do homem suspeito de matar o pai e enterrar no quintal e asfixiar a mãe, em Curitiba.

A polícia investiga se as ferramentas e o produto foram usados no crime.

O suspeito foi preso no sábado (15), quando os corpos foram encontrados. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem, de 40 anos, confessou o crime.

O corpo da mãe, de 69 anos, foi encontrado no andar superior da casa, e o corpo do pai, de 70 anos, foi achado enterrado.

De acordo com o delegado Tito Barrichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), as investigações apontam que os objetos foram adquiridos pelo suspeito para matar os pais e esconder os corpos.

“Ele procurou algumas pessoas com o intento de comprar cimento para fazer uma calçada na casa, que seria para cobrir o corpo do pai. Isso demonstra a intenção inequívoca do suspeito de buscar impunidade”, disse o delegado.

O veneno, conhecido como “chumbinho”, foi encontrado em um alçapão no quarto do suspeito.

“Sem dúvida é um crime premeditado. Ele ameaçava os pais e tinha intenção de matar”, afirmou Barrichello.

O crime

A polícia ainda investiga o que pode ter motivado o crime. Segundo as investigações, o homem dependia economicamente do casal.

A suspeita da polícia é que o pai foi morto uma semana antes da mãe, que estava viajando quando o primeiro crime foi cometido.

Ao voltar da viagem, segundo a polícia, ela foi morta.

O suspeito está preso. Segundo a Polícia Civil, ele pode ser indiciado por homicídio qualificado.

Fonte: G1