Correio dos Campos

Irmãos diagnosticados com Covid-19 recebem alta juntos de hospital em Foz

Recuperação foi comemorada pela equipe da Ala Covid do Hospital Municipal Padre Germano Lauck
28 de Maio de 2020 às 10:54
Foto: Catve

O Hospital Municipal Padre Germano Lauck (HMPGL), de Foz do Iguaçu, registrou a alta de dois irmãos recuperados da Covid-19. Esta é a nona alta ocorrida na unidade, referência para tratamento da doença.

A recuperação de Rosilene Gonçalves Veríssimo, de 35 anos, moradora de Medianeira, e Arnaldo Gonçalves Veríssimo, de 47 anos, morador de São Miguel do Iguaçu, foi muito comemorada pela equipe multidisciplinar da Ala Covid.

Os irmãos, sem comorbidades, começaram a apresentar sintomas da doença após contato com familiar positivo para Covid-19. Ambos foram encaminhados ao Hospital pelo Samu.

Rosilene deu entrada no dia 11 de maio na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da ala Covid, com histórico de tosse seca e piora progressiva, e se encontrava em tratamento para dengue. A paciente ficou internada 14 dias na UTI.

Já Arnaldo foi internado no último dia 15 na unidade semi-intensiva, apresentando quadro de febre, dor abdominal e tosse seca, onde permaneceu até sua alta, na data de hoje.

O Hospital Municipal é referência para todos os municípios da 9ª Regional de Saúde, portanto os pacientes recuperados de outras cidades não são contabilizados para o município.

Visita virtual

Uma das preocupações da equipe da ala COVID era em relação às visitas, suspensas por conta da pandemia do novo Coronavírus. Desta forma, foi implantada a visita virtual, por meio de vídeochamada, que passou a ser uma ótima alternativa para aproximar familiares e pacientes, por meio de palavras de aconchego e esperança.

“Presenciar esses momentos nos enchem de emoção. E realizamos tanto aos pacientes que estão acordados, quanto àqueles sedados, ou em estado grave. Já ouvimos declarações de afeto, carinho, mas também, de despedida, e isso toca profundamente nossa equipe”, disse emocionada a enfermeira responsável pela ala Covid, Karin Aline Zilli.

Fonte: Catve