Correio dos Campos

Comparsa entrega e suspeito de estuprar três mulheres é preso no momento em que fugia para outro estado

Prisão foi realizada em um posto de combustíveis do bairro Uberaba
28 de Maio de 2020 às 08:30
Banda B

O homem suspeito de estuprar três mulheres em uma farmácia do Jardim das Américas, em Curitiba, foi preso no momento em que tentava fugir para o estado de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele foi detido junto com um ex-guarda municipal, que o auxiliava na fuga. Ele foi encontrado na tarde desta quarta-feira (27) graças a informações de um terceiro envolvido no roubo, que apontou a localização do comparsa após também ser preso.

De acordo com o capitão Leal, do 20° Batalhão da PM, informações obtidas pelos policiais apontavam que um dos suspeitos envolvidos no roubo poderia estar em Quatro Barras, na região metropolitana. Com a confissão de que teria participado do crime, ele descreveu o possível paradeiro do comparsa suspeito de estupro. “Como a gente encontrou os produtos de uma loja roubada em São José dos Pinhais, ele passou a nos dar a localização do indivíduo que cometeu o roubo com ele. Nisso, a gente passou a fazer o monitoramento que nos levou até o suspeito por essa barbárie”, explicou.

Leal afirma que as imagens de câmeras de segurança batem com as do suspeito preso agora. A detenção foi realizada em um posto de combustíveis do bairro Uberaba. No momento da detenção, ele chegou a jogar uma arma no chão.

O terceiro preso é ex-guarda municipal no estado de São Paulo. Segundo informações obtidas pela Banda B, ele estava junto com o suspeito de estupro e o ajudaria a fugir para o estado vizinho em um veículo SUV.

Com a prisão, os três foram encaminhados para a Delegacia de Furtos e Roubos (DFR).

O crime

O crime pelo qual os três foram presos aconteceu na noite desta terça-feira (26). Os dois comparsas afirmam que permaneceram no carro e não participaram dos estupros contra as mulheres rendidas dentro da farmácia.

Durante o crime, o criminoso estava de máscara e usou uma arma para ameaçar as vítimas. O homem entrou na farmácia por volta das 22 horas e separou homens e mulheres. Elas foram levadas para um outro local e abusadas sexualmente. Informações extraoficiais é que duas delas foram obrigadas a praticar sexo oral e uma terceira conseguiu se desvencilhar e evitar uma conjunção carnal.

Nota oficial

“A rede lamenta o assalto violento ocorrido em uma de suas lojas de Curitiba na noite desta terça-feira (26/5). A empresa comunica que no momento está prestando total assistência às vítimas, bem como contribuindo com as autoridades para elucidação do caso. A loja permanecerá fechada por tempo indeterminado. Reiteramos nosso total empenho e colaboração junto às autoridades locais para identificar o responsável por tal fato”, diz a nota.

Fonte: Banda B