Correio dos Campos

Pitbulls salvos de rinha ganham novos lares

27 de Maio de 2020 às 16:50
(Reprodução)

RAZÕES PARA ACREDITAR – Lembra dos pitbulls que foram resgatados de uma ‘rinha’ em Itu (SP) no final do ano passado? Aos poucos, eles vão ganhando um novo lar, uma nova vida!

A rinha funcionava em uma chácara. A Polícia Civil de Itu deu um ponto final à barbárie, resgatando 33 cães em condições deploráveis!

A ONG Amigos de São Francisco, de São Paulo, imediatamente se ofereceu para curar as feridas e fazer a ressocialização de 11 cães.

Essa linda missão caminha agora para a fase da adoção!

Pitbulls adotados

A Queen, linda, brincalhona, felizmente não ficou com sequelas do seu passado triste e foi adotada! ❤

Queen, linda, brincalhona e que porte!

A Condessa teve deu a luz a cinco filhotinhos, que também serão colocados para adoção. Ela também ganhou um lar! Uhuuuu!!

O último que está de casa nova é o Thanos

E é com muito amor e paciência que a médica Camila Rulière tem conquistado a confiança do Thanos, sim, esse é o novo nome dele que antes era Sheik.

Registrando o dia a dia do novo filho de quatro patas, a médica mostra a primeira conquista dele: passear na rua sem medo!

Fotos: Reprodução/ Instagram @camilaruliere

Fotos: Reprodução/ Instagram @camilaruliere

Ele “nunca soube o que era ter um lar e que humanos também podem dar amor”. Apesar do medo, Thanos carrega muito amor no olhar, correspondido pela família amorosa que acaba de ganhar.

Abaixo, veja outros pitbulls que só pedem uma chance para aprender a amar e serem amados, eles merecem!

O King, que ficou conhecido como “Sorriso”, não tira o sorrisão do rosto desde foi resgatado!

King não tira o sorrisão do rosto desde que foi adotado!

Conde é o mais velho da galera! Tem 5 anos. Uma graça! Castrado e vacinado com recomendação pra ser filho único/Princesa tem 9 meses e é um dengo só.

Milady tem 2 anos e é muito carinhosa.

Lord é um dos menores. Fofo, “voador”, muito ativo e brincalhão. Tem 2 anos/Duque é um dos que tem mais marcas de mordidas pelo corpo, mas surpreendentemente é amável e dócil com humanos. Tem 3 anos.

Sultão. O mais arredio com outros cachorros, mas também manso com pessoas. É lindo e tem muita força!

Paciência e muito amor para receber esses cães em casa

É preciso ter um pouco de paciência, entender que o passado desses animais é marcado por medo e desconfiança.

“A pessoa que os receber tem que saber disso, compreender e ajudar. Não sabemos quanto eles precisaram ser provocados e estressados para ficarem ‘prontos’ para querer se matar”, explica a protetora Gabriela Masson, fundadora da ONG.

Eles precisam de espaço, pois têm muita energia para gastar. Se tem outro cão em casa, é bom que o novo membro da família tenha um cantinho só para ele, até que um cão pegue confiança no outro.

“Sem outros animais, casa com espaço pros mais enérgicos, com pessoas que entendam o processo deles e o que fazer pra ajudá-los a superar seus medos. Se tiver outros animais, precisaria ter a disponibilidade de deixar eles separados pelo menos até pegarem a confiança um no outro.”

É isso, gente!

Se você atende os requisitos, mande um e-mail para [email protected] com a fotinha do pitbull que você quer adotar.