Correio dos Campos

Em dois anos, Tecpar faz 700 testes de qualidade de embalagens

25 de Maio de 2020 às 10:30
Foto: Aen

Nos últimos dois anos, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) realizou cerca de 700 ensaios tecnológicos para assegurar a qualidade de embalagens produzidas por empresas interessadas em se adequar ou manter a conformidade com regulamentações nacionais e internacionais. O Instituto se tornou referência nacional nesta área.

A embalagem é uma parte fundamental de qualquer marca, tanto para ganhar a confiança dos clientes, garantindo a proteção e segurança sanitária, como para se manter no mercado.

As embalagens plásticas são o principal material analisado no laboratório do Tecpar, seguido das embalagens celulósicas, cerâmicas e metálicas. Em todos os casos, as análises são feitas segundo métodos e critérios definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabelecem limites de migração de componentes que podem passar da embalagem para o alimento.

O diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, destaca que além de ser referência nacional em diversos tipos de ensaios, o instituto tem atendido clientes de todo o país e também do exterior devido à expertise na área de embalagens.

“Este é um serviço fundamental para atender às exigências dos mercados de importação e exportação. Nossos especialistas técnicos têm vasta experiência em materiais e testes para ajudar fabricantes e fornecedores a alcançarem a conformidade de suas embalagens, de acordo com as normativas”, afirma Jorge Callado.

Recentemente, o Tecpar teve seu escopo de certificação atualizado e ampliado pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre). Isso significa que os resultados produzidos pelo laboratório têm a garantia de serem tecnicamente válidos e são aceitos dentro e fora do Brasil.

EXPORTAÇÃO – Especialista em papéis para impressão, o empresário José Antonio Marussig representa indústrias internacionais que vendem papel e celulose no Brasil. Por indicação de um cliente, ele buscou o Tecpar para analisar a qualidade do papel para embalagens de alimentos produzidos pela empresa canadense Catalyst.

“Antes de colocar o produto no mercado brasileiro, precisávamos dos testes para aprovação da Anvisa. Além disso, os próprios clientes também exigem essa certificação dos fornecedores”, explica Marussig.

Para atestar a conformidade do papel com as especificações da legislação nacional os laboratórios do Tecpar realizaram ensaios químicos e microbiológicos nas embalagens destinadas a entrar em contato com os alimentos (primárias), o que visa à segurança alimentar do produto.

“O material foi aprovado e hoje tenho a certificação Tecpar com base nas normas da Anvisa para dar continuidade à introdução do papel produzido no Canadá em nosso país. O relatório é claro e objetivo, entregue dentro do prazo prometido. Se houver necessidade de outros testes e exames, com certeza, buscarei o Tecpar novamente”, diz o empresário.

CRITÉRIOS – Daniele Adão, gerente do Centro de Tecnologia em Saúde e Meio Ambiente do Tecpar, explica que quando destinadas ao contato com alimentos, as embalagens podem transferir substâncias que representam risco à saúde de quem consome estes produtos. Por isso, destaca a gerente, a Anvisa estabelece requisitos que visam garantir a qualidade destas embalagens.

“O mercado tem se tornado cada vez mais exigente. Atualmente, as empresas buscam por laboratórios acreditados com o objetivo de aumentar a satisfação de seus clientes, obter o reconhecimento da qualidade dos seus produtos ou ainda para atender os requisitos de certificação em sistemas de qualidade”, explica Daniele.

ROTULAGEM – Outros serviços associados à saúde e segurança alimentar executados pelo Tecpar completam o processo para garantir a qualidade de alimentos, como a verificação de requisitos legais relacionados à rotulagem nutricional. O Tecpar auxilia empresas do ramo alimentício a se adequarem ao regulamento técnico da Anvisa que estabelece as exigências para a rotulagem dos alimentos, e outras resoluções.

Com base nessa composição o fabricante pode rotular as embalagens dos produtos a serem comercializados. Na rotulagem, os consumidores têm conhecimento das informações nutricionais, como o valor calórico, teor de proteínas, gorduras totais e trans, teor de sódio, a potencial presença de alergênicos, entre outros componentes

EMBALAGENS DE USO GERAL – Embalagens produzidas com o material apropriado e as dimensões em conformidade garantem um maior nível de proteção durante a cadeia logística, ou seja, na movimentação, estocagem e distribuição do produto.

O Centro de Tecnologia de Materiais do Tecpar também contribui neste quesito, realizando diferentes testes para aferir a qualidade da embalagem, como ensaios de capacidade de empilhamento, compressão vertical, gramatura, umidade, cor, entre outros.

CONTATO – Informações sobre os serviços prestados pelo Centro de Tecnologia em Saúde e Meio Ambiente e o Centro de Tecnologia em Materiais são obtidas pelo telefone SAC 0800 6451 725 ou neste link.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná