Correio dos Campos

Empresa busca ampliar produção em Palmeira e criar 40 vagas de emprego

15 de Maio de 2017 às 12:32

Uma reunião na sede do Banco de Fomento do Paraná, em Curitiba, na semana passada, discutiu assuntos relacionados a novos investimentos na planta da empresa CCS em Palmeira, através da Fomento Paraná. A expectativa é que a empresa utilize a linha de crédito oferecida pela instituição para ampliação de processos e linhas produtivas.

De Palmeira, participaram da reunião o secretário de Indústria e Comércio, Jaudeth Ramos Hajar, e o diretor de Indústria e Comércio, Eloir José Voichicoski. Pela empresa CCS, participou o diretor Industrial Fábio Grillo. Também participaram da reunião o Assessor Técnico da Agência Paraná, Onildo Benvenho e o diretor de Mercado e Relações Institucionais da Fomento Paraná, Luiz Renato Hauly.

Na reunião, a empresa CCS e a Prefeitura de Palmeira apresentaram à Fomento Paraná a necessidade de investimentos na planta através de linhas de crédito, com objetivo de viabilizar comercialmente a produção de novos componentes, entre eles, cabines para máquinas e tratores agrícolas.

A viabilização desse projeto em Palmeira está relacionada à proximidade com a montadora de máquinas Caterpilar, em Campo Largo, e montadora de tratores CNH, em Curitiba. Também pela maior proximidade do estado do Rio Grande do Sul, onde estão localizadas outras montadoras de tratores e atualmente são fornecidos diversos componentes fabricados na planta da CCS de Limeira (SP).

Grillo comentou sobre a ampliação da planta palmeirense. “Estamos entrando em mais um segmento do mercado, que é a produção de cabines para máquinas e tratores. Esse sempre foi um objetivo da CCS e que poderá se concretizar agora, na planta de Palmeira, podendo gerar 40 novas vagas de empregos”, disse.

Jaudeth considera o momento importante para o investimento. “Falamos da expansão da CCS em Palmeira com novos produtos no mercado. O município fará sua parte no apoio e suporte para que estes projetos se consolidem nesta planta”, relatou.

Para Eloir, “a expansão da CCS em Palmeira traz novas tecnologias e oportunidades de desenvolvimento de pessoas. Por isso, é fundamental que os jovens busquem a formação acadêmica e também a formação através de cursos técnicos para atender as demandas que surgirão”, completou o diretor.