Correio dos Campos

No Dia do Trabalhador, Castro registra dois sequestros em intervalo de apenas três horas

Casos aconteceram na região central da cidade entre as 05h30 e 08h30 deste dia primeiro de maio.
2 de Maio de 2018 às 08:04
Duas caminhonetes Mitsubishi L200 foram levadas pelos bandidos na manhã de ontem (1).

REDAÇÃO/Correio dos Campos – A Polícia Militar de Castro registrou dois casos de sequestro com roubo de veículos durante a manhã do feriado de ontem, 1º de maio, Dia do Trabalhador. As ocorrências aconteceram num intervalo de apenas três horas, no Parque Lacustre e na Rua Major Otavio Novaes, ambas no centro da cidade.

No primeiro caso do dia, a PM foi comunicada através do 190 que uma caminhonete Mitsubishi L200 havia sido roubada por quatro homens armados que renderam seu proprietário no Parque Lacustre, o obrigando a seguir com eles em direção a PR 151.

Duas horas mais tarde, o dono do veículo entrou em contato com sua família dizendo que estava bem e que tinha sido libertado pelos bandidos no Bairro Guararema. Segundo a vítima, ele foi amarrado pelos ladrões em um matagal da região antes da fuga dos autores.

Quando conseguiu se soltar da corda que o prendia, a vítima pediu socorro aos moradores da localidade. Os bandidos fugiram levando o veículo, um celular, dinheiro e ainda um relógio.

Veículo recuperado – No início da tarde de ontem (1), por volta das 14h30, a PM foi avisada que a caminhonete levada pela manhã havia sido abandonada na região dos Agostinhos.
O veículo foi apreendido e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil de Castro, onde passará por perícia em busca de pistas que levem aos autores do crime.

Refém por mais de 6 horas

O segundo caso do gênero aconteceu três horas depois do primeiro relato, por volta das 8h30, quando o proprietário de outra caminhonete Mitsubishi L200 foi abordado por dois homens, um deles armado com revólver, quando se preparava para seguir ao trabalho.

A abordagem aconteceu na Rua Major Otavio Novaes, de onde os bandidos obrigaram o dono do veículo a dirigir até a cidade de Ponta Grossa. Ele foi levado até um bairro desconhecido, onde foi orientado a estacionar o carro no final de uma rua.

A vítima foi levada até um matagal da região e amarrada. Ela permaneceu vigiada por um dos suspeitos até às 15 horas, quando o segundo rapaz retornou ao local e os bandidos a libertaram. O dono da caminhonete roubada pediu ajuda em uma oficina mecânica.

Os bandidos fugiram da região a bordo da caminhonete L200, prata, ano 2014, com placas AYQ-8716 da cidade de Carambeí.