Correio dos Campos

Cooperativas paranaenses registram crescimento de 9,5% na captação de leite

Unium ficou em terceiro lugar entre as principais captadoras do país; valores foram divulgados pelo 23º Ranking das Maiores Empresas de Laticínios do Brasil
19 de Maio de 2020 às 12:49
(Divulgação)

COM ASSESSORIAS – A Associação Leite Brasil divulgou, nesta semana, o ranking com as maiores empresas de laticínios do país. O resultado é referente ao ano de 2019 e manteve entre as principais produtoras as 13 empresas que já figuravam na lista em 2018. Ao todo, o valor agregado de captação de leite registrou um aumento de 4,1% de crescimento, tendo Nestlé, Laticínios Bela Vista e Unium como as três principais captadoras.

A Unium, Intercooperação de Lácteos das Cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, ficou entre as produtoras que registraram maior aumento de captação, com 9,5% de crescimento comparado a 2018 – valor que equivale a 1,252 bilhão de litros de leite. O resultado se deve ao modelo de negócios da instituição. Ao trazer para o Brasil o modelo de intercooperação e com os resultados recentes, em diversos setores, mostra-se que foi uma decisão acertada e que tende a crescer no mercado.

Os números trazidos pelo ranking ainda mostram que a Unium conta com 1.293 produtores que geram, cada um, uma média de 1.676 litros de leite por dia. Ao todo, a produção diária da instituição gira em torno de 2.167.068 de litros por dia. Já na análise da soma das 13 empresas do ranking, o volume, que está estimado em 7,9 bilhões de litros ao ano, representa 31% da captação formal brasileira em 2019.