Correio dos Campos

Polícia Civil alerta sobre o golpe do cartão bloqueado

10 de Maio de 2020 às 09:08
(foto ilustrativa)

A Polícia Civil do Paraná divulgou neste sábado (9) que o registro de casos de estelionato, principalmente contra os idosos, tem crescido no Estado. Segundo informações repassadas pela PC, a mais frequente tem sido a ligação para idosos, onde o estelionatário se passa como funcionário do banco do qual a vítima é correntista.

Durante a conversa, o criminoso “informa” o idoso que o cartão de sua autoria está bloqueado, sendo os motivos clonagem ou tentativa de uso indevido. Após essa primeira conversa inicial de convencimento, o falso funcionário pede a senha do cartão para modifica-la.

O estelionatário ainda diz que devido ao novo coronavírus (covid-19), o banco disponibiliza um serviço de busca do cartão, por um motoboy, ou outra pessoa, convencendo a vitima a realizar a entrega voluntária do cartão e senha.

Com esses dados são realizados, saques, compras, transferências, pagamentos, e até mesmo empréstimos consignados. As vítimas só tem noção do golpe quando percebem estar sem dinheiro, ou os parentes mais próximos acabam percebendo que as vítimas estão sem os cartões bancários.

Os agentes alertam que, as instituições financeiras, publicas ou privadas, não solicitam dados por telefone, nem mesmo buscam cartões e senhas nas residências. A Polícia Civil tem trabalhado em busca dos autores, e pede para que as vítimas procurem as delegacias para registrarem os casos.

Fonte: Catve