Correio dos Campos

Colheita do pinhão está liberada no Paraná a partir desta sexta (1º)

Apesar de liberação, IAT mantém proibição de consumo e venda do pinhão verde. Colheita deve ser feita de sementes que já caíram
1 de abril de 2022 às 09:33
(Foto: Reprodução/RPC)

A colheita do pinhão está liberada no Paraná a partir desta sexta-feira (1º). A recomendação do Instituto Água e Terra (IAT) é que a semente seja colhida de pinhas que já caíram, que é um sinal de maturação e também evita acidentes de quedas em árvores.

O objetivo da data para início do comércio e da colheita é proteger a reprodução da araucária, que é a árvore símbolo do Paraná e está em extinção, além de conciliar a geração de renda.

Ainda conforme o Instituto, mesmo sendo colhido na data permitida, é proibido o consumo e venda do pinhão verde. As pinhas imaturas apresentam casca esbranquiçada e alto teor de umidade.

Desta forma, o alimento pode se tornar inclusive tóxico para o ser humano e prejudicar a saúde com problemas como má digestão e náuseas.

Denúncia

Ainda conforme o IAT, a venda de pinhões trazidos de outros estado do país também não é permitida.

Quem flagrar a venda irregular de pinhão ou outras infrações ambientais pode fazer denúncias pelo site do IAT, pelo telefone (41) 3213-3700 ou, ainda, nos Escritórios Regionais do IAT e na Polícia Ambiental.

Fonte: G1